COVID-19: Como liderar durante a crise?

COVID-19: Como liderar durante a crise?

Incerteza. Talvez esta seja a palavra que melhor resume a crise provocada com a chegada da COVID-19 ao Brasil. Os desdobramentos da doença ainda são difíceis (para não dizer impossíveis) de prever. A tendência é que seus efeitos sigam surgindo de forma cada vez mais inesperada.

Com isso, a realidade da maioria das organizações e seus colaboradores mudou radicalmente. Funcionários trabalham de casa, reuniões são realizadas por vídeo-chamadas e uma nova rotina repleta de cuidados preventivos se tornou a regra já há algum tempo. E o que esperar e como se preparar para os próximos meses tem sido o maior desafio de gestores.

Afinal, como se preparar para aquilo que ainda é incerto? O que esperar daquilo que ainda não compreendemos em sua totalidade e que, portanto, dilui a possibilidade de se fazer previsões precisas?

crise

É justamente em contextos como este que a figura do líder se mostra como essencial. Aquele que se dispõe a liderar é quem carrega a responsabilidade de manter colaboradores engajados e focados no desempenho de suas atividades em períodos de crise. Assim minimizando seus impactos sobre os negócios e permitindo que as operações da empresa continuem ocorrendo normalmente, dentro do possível.

É importante destacar que liderança, na atual conjuntura corporativa, não mais se resume a poder, controle ou hierarquia. Mas, sim, a influenciar e motivar positivamente a equipe, sendo transparente com os colaboradores e criando relações mais humanas no ambiente de trabalho. Se trata, antes de tudo, de criar uma verdadeira sinergia entre funcionários, gestores e os propósitos e valores da companhia.

Mas como liderar de forma efetiva durante um cenário tão problemático e indefinido? Como se manter uma empresa competitiva diante de uma nova sistemática de trabalho? Nosso momento é de funcionários trabalhando à distância e, por vezes, tendo de lidar com a ansiedade provocada por mudanças repentinas em suas rotinas diárias. É provável que possa acarretar queda de produtividade?

Neste artigo, buscamos mostrar alguns fatores que são fundamentais para conduzir uma boa liderança e que, uma vez incorporados, poderão ajudar você e sua organização a passarem por esta fase bastante turbulenta sem maiores danos.

Na crise a comunicação é essencial

Conforme destaca a revista americana Fast Company, em tempos de incerteza o silêncio pode ser seu maior inimigo.

Se comunicar constantemente com seus funcionários, seja organizando reuniões com maior frequência para manter contato, ou mesmo realizando um happy hour virtual ao final do dia, reafirma a ideia de que se trata de uma realidade temporária. O objetivo aqui é demonstrar ao time que essa nova realidade terá fim em algum momento e todos poderão retornar às suas rotinas habituais sem maiores problemas.

Crise_

Por isso, não economize no envio de mensagens, e-mails, convites para vídeo-chamadas e momentos de confraternização ainda que de forma virtual. Faça com que seus funcionários se sintam acolhidos e amparados pela empresa, incentivando-os a também sempre buscarem se comunicar com você durante este período.

Durante a crise é preciso ser empático e flexível

Uma pesquisa conduzida pelo Boston Consulting Group (BCG) apontou que a ansiedade é um fator que está afetando diretamente o desempenho dos trabalhadores, fazendo com que se sintam mais vulneráveis durante a pandemia.

Para se ter ideia, cerca de 65% dos americanos acredita que o pior ainda está por vir, enquanto 56% tem a certeza de que enfrentarão forte recessão econômica. E no Brasil, não é diferente: pesquisas já indicam que quadros de ansiedade e depressão praticamente duplicaram em apenas um mês de quarentena.

crise

Por isso, solidarizar-se com seus funcionários é extremamente importante para liderar sua equipe de forma satisfatória. Compreender o momento difícil pelo qual estão passando, com mudanças bruscas tanto na rotina de trabalho quanto em seus hábitos pessoais diários, mostrando-se disponível para esclarecer dúvidas e prestar-lhes auxílio sempre que necessário, é fundamental para mantê-los motivados e produtivos.

Além disso, é importante ser flexível e estar aberto a novas sugestões e diferentes opiniões para superar os desafios que chegaram com a pandemia. Afinal, seus colaboradores, por estarem em contato constante com clientes e fornecedores, sanando dúvidas e solucionando problemas diariamente, detêm conhecimentos e informações que por vezes você mesmo pode não possuir.

Por isso, ouça-os mais durante a crise e trabalhe em conjunto com eles para encontrar os melhores caminhos para blindar a empresa de possíveis impactos negativos. Exponha e confie em suas ideias, mas nunca deixe de levar em conta e analisar opiniões opostas às suas.

A palavra de ordem deve ser colaboração no lugar de hierarquia. Somando esforços e ideias, fica mais fácil passar por momentos de adversidades e incertezas.

Resiliência para transformar a crise em oportunidade

Se incerteza é a palavra que define o cenário de pandemia, resiliência é a que resume os bons líderes. Ter maior capacidade adaptativa durante este período será fundamental para a saúde da sua empresa.

Ao se apresentar como um líder resiliente, você assume uma postura positiva capaz de transmitir tranquilidade e calma a seus colaboradores e funcionários.

Assim, você mantém sua equipe inspirada e engajada para superar este período de crise, além de criar um ambiente de trabalho mais unido e colaborativo – o que, no longo prazo, acabará por beneficiar diretamente sua empresa, fortalecendo seu propósito e valores.

Homem olhando para janela do horizonte

Aproveite também para intensificar conversas sobre possíveis soluções e enxergar a realidade sob outras perspectivas, e procure analisar minuciosamente as circunstâncias adversas típicas deste período.

Desse modo, suas chances superar os obstáculos criados pela crise aumentarão significativamente e muito provavelmente você conseguirá mapear novas oportunidades que sequer havia imaginado que fossem possíveis de surgir.

Por isso, embora estejamos diante de um período extremamente complicado e danoso para a economia mundial, é fundamental ter ciência de que não só é possível liderar de forma eficiente durante a crise, como também há a possibilidade de encontrar alternativas e oportunidades promissoras mesmo em tempos de adversidade.

Se você estiver preparado e atento, será capaz de fazer com que sua empresa supere a fase de pandemia com propósitos e valores ainda mais consolidados, além de garantir que colaboradores e funcionários permaneçam cada vez mais unidos e motivados.

Siga a Evermonte nas redes sociais para ficar por dentro das novidades.

Instagram | Facebook | Twitter | LinkedIn

www.evermonte.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *