O surgimento do CFO Digital

Líderes de organizações de todos os tamanhos estão observando os impactos da transformação digital em suas indústrias, mercados, organizações e equipes. Isso inclui o papel do Diretor Financeiro (CFO) que vem evoluindo significativamente nos últimos 60 anos. Entre 1950 e 1980 eram essencialmente contadores, a partir dos anos 1990 e 2010 ascenderam ao nível de parceiros de negócio e de agora em diante deverão tornar-se facilitadores estratégicos tendo um papel cada vez mais proativo.

Durante muito tempo o principal papel de um CFO foi minimizar riscos, reduzir custos, informar os resultados e atender aos requisitos de conformidade. Em virtude do crescente aumento de expectativas de CEOs e Boards, velocidade da mudança, pressão por resultados, abundância de dados e a expansão de compliance/regulações o papel do CFO tende a se modificar radicalmente nos próximos anos.

Com ferramentas inovadoras e capacitados por insights de negócios como nunca antes, os CFOs agora têm a oportunidade de entregar uma proposta de valor inteiramente nova devido em grande parte as mega tendências digitais, como inteligência artificial, blockchain e automação que tem transformado muitas funções corporativas. Na nova economia digital os CFOs precisam olhar além de suas funções tradicionais para se tornarem estrategistas que impactem toda a organização, líderes em inovação e tomadores de decisão proativos, utilizando a tecnologia para analisar o panorama geral.

Abaixo as principais tendências observadas para o perfil do CFO Digital:

Digitalização da área financeira e potencialização do uso de dados: os CFOs digitais estarão focados em automatizar/robotizar boa parte das atividades com baixa ou nenhuma agregação direta de valor às suas organizações. Em outra frente usarão Big Data para aumentar a qualidade e velocidade na tomada de decisões estratégicas permitindo maior investimento de tempo em análises de alta complexidade por parte de suas equipes.

Liderar o processo de digitalização: os CFOs terão um papel fundamental no processo da digitalização das suas empresas. Serão parceiros estratégicos das demais áreas de negócio suportando análises e incentivando investimentos em tecnologia que potencializem o resto da companhia. Serão agentes fundamentais no ganho de produtividade e facilitadores da tomada de decisão em todas as áreas das suas empresas.

Desenvolver e atraiar futuros talentos financeiros: os CFOs precisarão mudar seus critérios de contratação e gestão de talentos para que a próxima geração de líderes financeiros possa florescer nesse novo contexto. Equipes mais funcionais, autônomas, diversificadas e criativas serão fundamentais para criação de times de sucesso. Colaboração e inovação serão traços fundamentais para o perfil do novo CFO Digital.

Com a velocidade da disrupção tecnológica, os CFOs Digitais sabem que a transformação digital é uma necessidade competitiva para suas organizações. Abaixo algumas recomendações que podem ajudar neste processo:

  • Avaliar investimentos tecnológicos em toda a companhia;
  • Buscar iniciativas de digitalização bem sucedidas em outras unidades de negócio da companhia ou projetos conjuntos com as mesmas;
  • Conectar os investimentos sendo feitos com benefícios gerados para gerar respostas mais claras de retorno sobre investimento;
  • Ajudar as demais áreas da companhia nas análises financeiras que investimentos em tecnologia/digitalização podem ter na companhia;
  • Adotar metologias ágeis de projeto para facilitar a inovação e velocidade dos projetos;
  • Avaliar constantemente o portfólio de investimentos digitais;
  • Incentivar  seus times a perseguir a inovação e suportá-los para terem menor aversão ao risco.

Fontes:

KPMG: The Rise of the Digital CFO

EY: The future role of a CFO

Accenture: How CFOs can fuel the growth of the digital enterprise

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *